Calendar

São Paulo - SP / Brasil.

quinta-feira, janeiro 31, 2008

Conhecimento util

Se você estiver interessado em SIG (Sistema de Informações Geográficas, ou como também estão sendo chamados os programas de geoprocessamento na atualidade), pode encontrar bons programas gratuitos listados no site http://www.freegis.org/ que é o ponto de partida para o mundo do geoprocessamento livre (estranhamente optaram por traduzir freeware como programa livre ou "software" livre, ao invés de simplesmente programa gratuito, talvez porque isso dê um ar de sociedade secreta, cheia de filosofias ocultas...).
Para facilitar, vou dar uma listagem de alguns mais completos, que rodam em Windows (Linux tbm, é claro) e tem funções de análise raster e/ou vetorial:
SPRING: http://www.dpi.inpe.br/spring bem completo, mas estruturado como BD geográfico o que pode representar dificuldade para quem está acostumado com sistemas do tipo CAD.
Quantum GIS ou QGIS: http://qgis.org um ótimo programa, com algumas funções de edição e porta de entrada para quem estiver interessado em usar o GRASS mas não sabe instalá-lo no Windows. Além das ferramentas do GRASS que permitem fazer inúmeras análisas com raster, permite salvar em formato do MapServer e tbm tem conexão com o PostGIS.
Kosmo: http://www.saig.es/pt/kosmo.php bem interessante, baseado em diversas ferramentas livres tem bastante funções como ferramentas de geoprocessamento. Tem uma versão brasileira Kosmo-BR no site http://www.territoriolivre.net/kosmo
GVSIG: http://www.gvsig.gva.es precursor do Kosmo, e que assim como ele nescessita do JRE (Java Runtime Enviroment) para rodar.
GRASS: http://www.grass.itc.it um dos mais antigos programas de SIG, e dos mais completos tbm, só agora rodando em Windows de forma nativa e satisfatória. Existe tbm uma versão feita sobre a plataforma Java, com ferramentas voltadas á análise hidrologica e geomofologica, bastante funcionais: JGRASS: http://www.jgrass.org que se fundiu com o projeto UDIG.
uDIG: http://udig.refractions.net "Desktop Internet GIS" amigável porém limitado em funcionalidades
MapWindow: http://www.mapwindow.com é um visualizador de dados espaciais "customizavel", com plug-ins de análise hidrologica e geoprocessamento vetorial.
SAGA: http://www.saga-gis.uni-goettingen.de/html/index.php programa modular recheado de ferramentas de análise e geoprocessamento.
Savane GIS ou SAVGIS: http://www.savgis.org bem completo, mas somente para Windows, e nescessita de uma free license para ser usado que pode ser obtida através de e-mail. É o unico multiusuário.
OSSIM: http://www.ossim.org para quem precisa de programa para processamento digital de imagens.
Tenho uma lista com mais uns 20 pequenos programas e ferramentas, mas a maioria pode ser encontrada no site FreeGIS por isso não colocarei aqui.
E lembre-se que antes de optar pela pirataria (que é crime) busque alternativa nos programas gratuitos e não esqueça de citá-los nos seus trabalhos e se você ganhar alguma coisa com o uso deles não se intimide em contribuir com os projetos seja programando ou monetariamente mesmo.

Modelo de Terreno X Krigagem

Pra iniciar com tudo o blog, vou começar com um assunto polêmico, porém qualquer um com um pouco mais de conhecimento verá que não tem polêmica nenhuma, afinal quando se quer representar o relevo de alguma região espera-se que ele seja o mais fiel possível á realidade, com todos os seus altos e baixos, quebras (abruptas ou suaves), enfim que o seu modelo possa representar todos os extremos, portanto jamais se recorrerá á um método de interpolação (ou estimação) que cause a suavização dos máximos e mínimos (extremos) do seu relevo.
Resumidamente, krigagem é um método de estimação cujo efeito colateral é a suavização, portanto muito improprio quando o assunto é modelagem de terreno.
Em breve eu vou retomar esse assunto de forma mais técnica, mas fica aqui essa chamada para se pensar melhor no assunto. E porque será que o pessoal do INPE insiste em chamar o método de "krigeagem" (formulado por Daniel G. Krige) enquanto toda a comunidade científica de lingua portuguesa adotou o nome krigagem, como pode ser visto em milhares de trabalhos acadêmicos já publicados.

Labgeo

Aproveitem para conhecer o blog do Labgeo da U.F. de Viçosa - MG, comandado pelo Prof. Elpídio Filho: http://labgeo.blogspot.com

Geosaber - inteligência geoespacial

Bem vindo,
Em breve muita informação sobre geoprocessamento, sensoriamento remoto, cartografia, geoestatística.
Aguarde