Calendar

São Paulo - SP / Brasil.

segunda-feira, outubro 17, 2011

Curso de SIG Livre com Aplicações Ambientais em Palhoça - SC

Ainda dá tempo de fazer sua inscrição no curso que acontecerá nos dias 21, 22 e 23/11 em Palhoça - SC, na UNISUL.
Valor: R$520,00 profissionais e R$390,00 para estudantes (com comprovante).
Inscrições:
SANOVA | Inovação em Saneamento, pelo fone (48) 3286-0066 ou pelo e-mail contato@sanova.com.br (também para o curso de EPANET que ocorrerá apartir do dia 23/11).

QGIS - Bancos de Dados Espaciais


Esse é um pequeno tutorial que eu publiquei no Grupo do QGIS Brasil e decidi postar aqui para os que ainda não fazem parte do grupo, sobre a dúvida em como usar o Banco de Dados (SQLite com extensão espacial) SpatiaLite no QGIS:
Para importar um shape para o banco de dados, vá em Menu - Base de Dados > SpatiaLite > QspatiaLite, crie o seu Geodatabase e importe o vetor pela aba Upload Tables > GIS Layers ou QGIS layer se já estiver com o shape carregado no QGIS. Repare também que esse complemento permite a importação de tabelas (DBF e CSV). É de suma importância acertar o SRID (Identificador do Sistema de Referência Espacial) corretamente sempre que se for montar um BD Espacial. 
O SpatiaLite é um file database (arquivo de banco de dados) espacial, como as Personal Geodatabase do ArcGIS (que são arquivos de Banco de Dados em formato MS Access).
O SpatiaLite é a versão e aberta e gratuita de um Banco de Dados Espacias, que facilita muito para trabalhar, tanto por preservar os dados, livres de inconsistências  geométricas e erros de topologia, como para redistribuí-los em um arquivo único.
Foi discutido no FOSS4GIS de 2010 (SpatiaLite, the shapefile of the future?) de se fazer o SpatiaLite o novo padrão de armazenamento vetorial dos SIG abertos padrão OpenGIS) em lugar do shapefile, que nem topologia tem e é muito sujeito a erros de inconsistência e de perda de partes do conjunto de arquivos. 
São quatro recursos do SpatiaLite dentro do QGIS:
1. Adicionar Camada SpatiaLite - use para fazer a conexão com o BD; 
2. Criar Nova Camada SpatiaLite - use para desenhar novos vetores; 
3. SpatiaLite Manager - permite se conectar e gerenciar o BD, executar comandos SQL e importar tabelas DBF; 
4. QspatiaLite - permite criar um novo Banco de Dados e importar vetores (shp, mif, kml, etc) e tabelas (dbf e csv).

Você também pode baixar a versão stand alone (independente) no site: http://www.gaia-gis.it/spatialite (Spatialite-GUI e Spatialite-GIS).

Em tempo: Lançada a versão 1.7.1 do Quantum GIS - QGIS.

quarta-feira, outubro 05, 2011

Concurso Público para Geociências e Geotecnologias

Encerra-se na sexta feira, dia 07 de outubro as incrições para o concurso público CEMADEN 2011 para o provimento de 75 (setenta e cinco) vagas em contrato por tempo determinado (1 ano prorrogável por mais 4) para o desempenho de Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial, Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual e Atividades Técnicas de Suporte nas áreas de monitoramento, informática, previsão, geração de alertas e estudos hidrometeorológicos, climatológicos, biológicos, agrometeorológicos e geotécnicos aplicados à desastres naturais, com lotação em Cachoeira Paulista - SP, no Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN).
Com salários de R$6000,00 a R$8.000,00 e cargos com regimes de 6 horas (em turnos, inclusive período noturno) ou de 8 horas (40 horas semanais), tem como requisitos nível superior com mestrado (ou três anos de experiência) ou Doutorado (ou 5 anos de experiência) nas áreas pretendidas.
Oportunidades para profissionais das Engenharias, Geociências (Geologia e Geografia), Ciências Agrárias ou Biológicas, Meteorologia, Ciências da Computação e Ciências Exatas. Para atuar nas áreas de Geotecnia, Riscos Geológicos, Desastres Naturais, Monitoramento e Previsão e Geotecnologias (SIG, Sensoriamento Remoto e Bancos de Dados Espaciais).
Acesse: http://cemaden.mct.gov.br
Ou: http://www.mct.gov.br/concurso/cemaden