Calendar

São Paulo - SP / Brasil.

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Manuais e Tutoriais do Quantum GIS

Aspectos práticos da coleta de nomes geográficos. BC250/Centro de Referência em Nomes Geográficos – Coordenação de Cartografia – CCAR/DGC – IBGE.
Manual do QGIS 1.4.0 (traduzido pelo SIPAM), mais em: http://portal.mda.gov.br/terralegal/pages/ferramentas
Você pode encontrar mais no site do QGIS Brasil (http://qgisbrasil.wordpress.com) e ainda tirar dúvidas através do grupo de discussão no Google Groups (http://groups.google.com/group/qgisbrasil?hl=pt-BR).

Mapeamento Colaborativo

Muitos já conhecem o projeto OpenStreetMap de mapeamento colaborativo onde cada pessoa pode participar criando um mapa de ruas de qualquer lugar do mundo, usando um GPS (que pode ser em um smartphone) e também pode baixar dados do servidor do OSM gratuitamente para usar no SIG.


Volunteered Geographic Information (VGI) é o aproveitamento de ferramentas para criar, montar e divulgar dados geográficos fornecidos voluntariamente por indivíduos (Goodchild, 2007). Alguns exemplos deste fenômeno são Wikimapia, OpenStreetMap, e Google Map Maker. (Wikipedia, 2012).
Crowdsourcing começa com a descentralização, com a terceirização de tarefas tradicionalmente desempenhadas por indivíduos específicos de um grupo de pessoas ou da comunidade (multidão) através de um convite aberto. O conceito de crowdsourcing depende essencialmente do fato de que, porque é um convite a um grupo de pessoas, reúne aqueles que estão mais aptas a executar tarefas, resolver problemas complexos e contribuir com as idéias mais relevantes e frescas.
O termo tornou-se popular com as empresas, autores e jornalistas como uma abreviação para a tendência de alavancar a colaboração em massa permitida pelas tecnologias da Web 2.0 para atingir metas de negócios. No entanto, tanto o termo e os seus modelos de negócio subjacentes têm atraído controvérsia e críticas. (Wikipedia, 2012).


Uma ferramenta muito interessante lançada para concretizar esses conceitos de mapeamento colaborativo é o Ushahidi e o site Crowdmap.
O primeiro trata-se de uma ferramenta que em conjunção com um banco de dados MySQL, o processador de hipertexto PHP e o site/blog Wordpress permite criar um mapa colaborativo na Web e através de um App pode ser usado em smartphones com iOS ou Android para o mapeamento das informações em campo por qualquer voluntário que queira participar introduzindo informações georreferenciadas.
Já o site Crowdmap permite desenvolver e hospedar os mapas colaborativos no próprio site sem a necessidade de instalar os aplicativos no computador ("computação na nuvem").
Exemplos:
http://www.mapascoletivos.com.br (Ushahidi mais Wordpress/MySQL);
Crimes na USP (https://universidadedesaopaulo.crowdmap.com/main) desenvolvido e hospedado no site Crowdmap.
Fonte: http://mundogeo.com/blog/2012/02/22/projeto-mapas-coletivos-e-lancado-na-cidade-de-sao-paulo

terça-feira, fevereiro 21, 2012

Atualizações de SIGs abertos

Desktop GIS, Library and Tools
  1. Quantum GIS (QGIS) 1.7.4 - lançada no dia 19/02/2012 está disponível para Windows, Linux e MacOSX.
  2. OpenJUMP 1.5.1 - lançada em fevereiro de 2012 é um SIG que roda em JAVA.
  3. uDIG 1.3.0 - lançada em dezembro de 2011 é outro SIG em JAVA mas tem opção para sistemas 64 bits (usa o Java Runtime 64 bits).
  4. SAGA GIS 2.0.8 - SIG para Análise Espacial de Dados raster, principalmente usado com MDEs, além de portátil (não precisa intalar) roda em sistemas 64 bits.
  5. Kosmo 2.0.1 - Outro SIG que roda em Java e de uso fácil.
  6. gvSIG Community Edition 1.0 - É uma versão especial do gvSIG (SIG Java) que traz incorporada como extensões o Sextante, o GRASS GIS e o SAGA GIS.
  7. Monteverdi (Orfeo ToolBox) 1.10 - Voltado para o Processamento Digital de Imagens de Sensores Remotos, agora vem incorporado no instalador para Windows da OSGeo.
  8. GRASS GIS 6.4.2 - lançado em 19/02/12 é outro consagrado programa de Análise de Dados Espacias.
  9. OSSIM 1.8.12-4 - lançado em 27/01/12 é outro programa de PDI-SR também em versão 64 bits.
  10. SPRING 5.1.8 - Nova versão para Windows e Linux, 32 e 64 Bits é um programa brasileiro de SIG e PDI bem completo.
  11. TerraMA2 (antigo SISMADEN) é um plataforma computacional, construída sobre a biblioteca de geoprocessamento TerraLib , para monitoramento, análise e alerta de dados geoambientais.
  12. Whitebox GAT 1.0.7 (23/06/2010) não é nem de longe uma atualização mas está aqui para ser lembrado esse interessante programa de Análise de Dados Espaciais.
  13. MapWindow GIS 4.8.6 - Desenvolvido em DotNet (.NET) é um SIG para Windows com extensões para análises hidrológicas e com uma toolbox semelhante ao ArcToolbox (com menos ferramentas, é lógico) e roda em 64 bits.
  14. MapWindow Six 6.1 - lançada em 19/01/12 é uma versão alternativa do MapWindow GIS 4 sem o uso de controles ActiveX, mais simples e sem extensões.
  15. Sextante GIS 1.0 - Biblioteca de Análise de Dados Espaciais para SIG em Java, com versões especiais para gvSIG e ArcGIS 10.
  16. MapGuide Maestro 4.0 - é uma ferramenta de autoria de mapas para o programa de Servidor de Mapas MapGuide Open Source.


*A Fundação OSGeo tem por princípio o suporte ao desenvolvimento de projetos de SIGs abertos de alta qualidade. Você pode testar todos eles baixando o Live DVD 5.0 com todos instalados (Xubuntu Linux).
* *Todos os programas rodam em sistemas 64 bits, mesmo os escritos em 32 bits, mas quando mencionado aqui significa que o programa é escrito (tem versões) para sistemas 64 bits e roda nativamente nesse sistema.

quarta-feira, fevereiro 15, 2012

Curso de QGIS em São Paulo - URGENTE


Atenção: houve mudança nas datas do curso de SIG livre em São Paulo para os dias 05, 06 e 07 de março de 2012.


Local: São Paulo – SP, próximo à estação Barra Funda do metrô (ao lado da Uninove e do SENAC) na CONVEX SYSTEMS – Avenida Francisco Matarazzo, 229. Edifício Perdizes Business Center.
Data: 05 a 07 de março de 2012.
Duração: 24 horas (8 horas por dia);
Vagas: 10 pessoas.
Inscrições: R$600,00 profissionais e R$500,00 estudantes, com desconto de 5% para inscrições até 29/02.
Deve-se fazer o depósito na conta:
Audoc.Con Assessoria e Consultoria Ltda.
Banco Bradesco (237)
Agência 1992-5
Conta 026006-1
CNPJ 04.040.661/0001-00
Enviar e-mail para geosaber@gmail.com com o comprovante de depósito (e de matrícula no caso dos estudantes).
Requisitos: Apenas noções básicas de informática, é aberto a todos estudantes, técnicos, analistas e gestores de todas as áreas.

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Lançada a 4a edição da Revista FOSSGIS Brasil


"Caros Leitores,

Temos o prazer de anunciar o lançamento do 4°. número da Revista FOSSGIS Brasil. Nesta primeira edição de 2012 a série de capa aborda o tema Metadados, um assunto que merece a atenção especial de todos os que trabalham com dados geográficos. Ao ler os artigos você entenderá o que são metadados e sua relevância no contexto das Geotecnologias. Como complemento à teoria disponibilizamos um tutorial sobre como editar metadados em ambiente SIG Open Source.

Na coluna Desktop GIS apresentamos detalhes sobre o software Spring que nos ajudam a entender por que este projeto brasileiro tem-se mostrado um grande sucesso na área de tecnologia para SIG. Os usuários de ferramentas Mobile gostarão especialmente de ler a matéria sobre o OSM Tracker. Neste número há também um artigo muito interessante que explica como customizar o software Kosmo para aplicações portáteis.



A edição 4 da FOSSGIS Brasil contou com a colaboração da comunidade internacional. Neste sentido não deixe de conferir a entrevista de Jeroen Ticheler, fundador e presidente do projeto Geonetwork opensource e o artigo escrito por três personalidades de destaque da Associação gvSIG falando um pouco sobre o novo modelo de desenvolvimento do projeto deste robusto software para Sistemas de Informação Geográfica.

Para fazer download desta edição, basta acessar o link:

http://fossgisbrasil.com.br/download/

Este ano o desejo de todos que fazem parte da Equipe FOSSGIS Brasil é continuar Georreferenciando o Conhecimento!

Atenciosamente,

Equipe FOSSGIS Brasil"