Sensoriamento Remoto II - parte 1

PLEIADES - Programa de parceria e conceito multi-missão é o resultado do profundo estudo sobre a necessidade de evolução demandada pelos usuários.
Um programa de cooperação foi iniciado entre a França e a Itália, aproveitando toda a experiência de observação da Terra do CNES, para desenvolver o ORFEO (Optical and Radar Federated Earth Observation), um sistema dual de observação da Terra com resolução métrica, em que Plêiades (França) é o componente óptico e Cosmo-Skymed (Itália) é o componente do radar.
Ele é composto de dois "pequenos satélites"(massa de uma tonelada), oferecendo uma resolução espacial no nadir de 0,7 m e um campo de visão de 20 km. Sua grande agilidade permite um acesso diário em todo o mundo, que é uma necessidade crítica para a defesa e aplicações de segurança civil, e uma capacidade de cobertura necessária para o tipo de aplicações de cartografia à escala melhor do que os acessíveis aos satélites da família SPOT. Além disso, o PLEIADES têm capacidade de aquisição estereoscópica para atender as necessidades da cartografia fina, nomeadamente em regiões urbanas, e para trazer informações completas dada por fotografia aérea.
(Copyrights 2006 - © CNES e outras fontes)

Programa de
Acompanhamento
ORFEO
Ao
lado do desenvolvimento dos sistemas Plêiades (PHR) e Cosmo-Skymed (CSK), formando o ORFEO, o sistema dual e bilateral (França - Itália) para observação da Terra, o Programa de Acompanhamento do Orfeo foi criado para preparar, acompanhar e promover o uso e a exploração das imagens provenientes destes sensores.
A criação de um programa de preparação é necessária porque os novos recursos e desempenho dos sistemas ORFEO (óptico e radar de alta resolução, capacidade de acesso, a qualidade dos dados, a possibilidade de adquirir simultaneamente em óptica e de radar), implícita a necessidade de novos desenvolvimentos metodológicos: novos métodos de processamento, ou a adaptação de métodos existentes, a necessidade de realizar esses empreendimentos em estreita cooperação com os utilizadores finais, a integração de novos produtos em seus sistemas.

Este programa foi iniciado pelo CNES em meados de 2003 e durará até 2009. Ela consiste em duas partes, entre as quais é necessário manter uma forte interação:
  • A parte metodológica,
  • Uma parte temática.
No quadro da parte metodológica do Programa de Acompanhamento ORFEO a Agência Espacial Francesa (CNES) decidiu desenvolver o Orfeo ToolBox (OTB): um conjunto de componentes algorítmicos que permite capitalizar a experiência metodológica, e, portanto, utilizar uma abordagem incremental para tirar proveito dos resultados da pesquisa metodológica.

Postagens mais visitadas deste blog

BaseCamp - como carregar mapas e imagens em seu GPS Garmin

Classificação de Imagens no QGIS

Cartas de Suscetibilidade a Movimentos Gravitacionais de Massa e Inundações