Novas experiências em novas (para mim) tecnologias

Apenas para deixar registrado, resolvi postar algumas experiências com gadgets que eu andei adquirindo:
  1. Câmera Digital LUMIX ZS7 de 12 megapixels e zoom otico de 12x (16x inteligente?!?) com GPS;
  • A camera é bem inteligente, com ajustes automáticos muito bons (ISO, e correção de vibração) e o GPS é bem preciso (lembre-se que é um chipizinho no topo da câmera) e é bem rápido, permitindo registrar fotos com geotags (informação de localização que fica gravado no metadado).
  1. Smartphone LG P500H com Android 2.2 com GPS e WiFi (Bluetooth, leitor de SD);
  • O Android é o Linux mais limitado que eu conheço (como usuário, não sou desenvolvedor!!!), permite instalar diversos aplicativos (as Apps) como o gvSIG Mini (bem limitadinho) mas os mais interessantes são o GPSTracker Lite, que permite gravar a trilha com vários dados associados, independente de acesso a internet (3G, que eu não tenho porque é preciso pagar uma fortuna, que seria o caso de usar os serviçõs do Google Maps - com navegação, que vem no celular), como velocidade, distância percorrida e perfil altimétrico - esse tem erro superior a 10m, e aqui cabe uma menção honrosa ao A-GPS que registrou a trilha certinha mesmo estando dentro da bolsa enquanto eu caminhava até a faculdade!) e o outro é o OSMTracker que é um coletor de dados direto para o OpenStreetMaps, permitindo mapear ruas e pontos de interesse (com ícones proprios para cada tipo de ponto) e poder colaborar com o projeto: "O OpenStreetMap é um mapa livre e editável do mundo todo. Ele é feito por pessoas como você. O OpenStreetMap permite visualizar, editar e usar dados geográficos de maneira colaborativa de qualquer lugar do mundo."
  1. Netbook HP Mini 1120BR rodando SLAX 6.1.2 (slackware based linux), nesse caso ele estava condenado, pois o HD estava corrompido (defeito crônico do modelo específico que simplismente destroe os HDs).
  • Nesse caso a salvação veio do uso do SLAX que permite instalar e rodar a partir de um pendrive ou de um cartão SD (com a vantagem de ficar embutido), na forma de live-CD, o que não incapacita o pendrive de ser usado no Windows normalmente pois ele não o "desformata" (altera o sistema de arquivos que continua sendo o FAT32 do Windows). Outra vantagem dessa distro é o fato dela ser modular (os aplicativos vem em pacotes que podem ser baixados do site e copiados para a pasta apropriada do SD, qunado o S.O. inicia ele carrega os aplicativos e passa a rodar a partir da memória RAM do Netbook. Estou usando ele para rodar o pacote SLAX GIS, que traz entre outros aplicativos o mapserver, o postgresql e como SIG desktop o OpenJUMP e o uDIG, a intenção é conseguir rodar também o QGIS (precisa converter o pacote do Slackware para o SLAX por linha de comando!) e o gvSIG, esse deve ser mais simples pois faz parte da família Java como os outros já instalados.
  1. Por ultimo falta agora conseguir integrar todas essas traquitanas, seja por WiFi, Bluetooth ou mesmo cabo USB e conseguir tirar proveito de toda essas tecnologias.

Postagens mais visitadas deste blog

Bases de Dados Georreferenciadas - ANA

Classificação de Imagens no QGIS

BaseCamp - como carregar mapas e imagens em seu GPS Garmin