Postagens

Mostrando postagens de 2009

Kosmo Desktop 2.0 RC1

Está disponível o Kosmo Desktop 2.0 RC1 (versão de avaliação) no site da SAIG. Ele é outro SIG de escritório espanhol, baseado no OpenJUMP e assim como o gvSIG trabalha com a extensão SEXTANTE.
Acesse: http://www.opengis.es

Centro de Referencia e Servizos de Software Libre de Galicia

Mancomun.org é o site do Centro de Referencia e Servizos de Software Libre da Galicia.
Forxa de Mancomun.org é um espaço colaborativo pensado para facilitar a criação, a manutenção e a distribuição de projetos, tanto de criação de software como de documentação. A Forja permite dispor de um serviço público e aberto, destinado ao desenvolvimento de software livre na Galicia, bem como a sua documentação em galego.
A Forja quer ser um nexo de união entre as diferentes iniciativas relacionadas ao software livre na Galicia, permitindo a unificação de esforços na hora de desenvolver e documentar várias aplicações que já se estão a fazer no país. Ao mesmo tempo, tanto empresas como particulares têm, através deste espaço, um fórum comum de discussão e cooperação de onde acesso a um repositório global para conseguir as ferramentas que necessitam.
Acesse: https://forxa.mancomun.org

Nova versão do gvSIG - 1.9

Fui baixar o gvSIG no site da GVA que só está retornando a mensagem "Database Error". Busquei então no Google algum outro link e descobri o site http://www.gvsig.org/web e o lançamento da ultima versão estável do gvSIG a 1.9 (12/11/2009). Baixe a nova versão mas mantenha a anterior porque esta ainda pode apresentar muitos erros (bugs), para isso use o link:
http://downloads.gvsig.org/pub/gvSIG-desktop/devel/gvSIG-1_9/gvSIG-1_9_0/1253
Via FTP: ftp://gvsig.org/gva/descargas/ficheros/19/

Atualização do site do SIGRB

O Sistema de Informações Geográficas do Ribeira de Iguape e Litoral Sul é mantido pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Ribeira de Iguape e Litoral Sul (UGRHI-11), reunindo informações necessárias para a administração dos Recursos Hídricos da Bacia, as quais também são úteis para a Gestão Territorial e Ambiental. O novo site agora no domínio .com.br continua com a politica de distribuição dos dados de forma pública e gratuita, acessível a todas por usar padrões abertos.
Acesse:http://www.sigrb.com.br

Conversão de dados

No site do MapWindow, tem além desse excelente SIGgratuito, ferramentas para conversão de dados stand-alone como DXF to Shapefile (CAD para Shape) e CSV to Shapefile (tabela de pontos com coordenadas em formato texto separado por virgulas) e Georeferencing Tool (para registro de imagens com 3 pontos de controle).
GPS TrackMaker é um programa gratuito (a versão Pro custa R$189,00) feito por Odilon Ferreira Junior que faz conversão de dados de diversos formatos de mapas (Shape, KML, DXF, CSV, etc.). É um programa de edição de dados de GPS no computador para carregar mapas no seu aparelho. Você pode converter arquivos vetoriais .shp (de SIGs) em .kml (Google Earth).

Cursos de SIG on-line

Estudo Dirigido em SIG é um projeto desenvolvido pelos Professores Cristiane, Luis Paulo e Lidiana da UFF (Universidade Federal Fluminense - RJ) sendo um curso on-line de Terraview, com teoria, exercícios gerais e estudo de caso (com aplicações), com dados disponíveis para download.
Outra dica vem do Blog do Fernando Quadro (> Blog do Edgar Moreti) que é o curso on-line de gvSIG feito por alunos do CEFET-GO sob orientação do Prof. Dr. Nilson C. Ferreira da UFG (Universidade Federal de Goiáis - GO), também com apostila e dados para download.

Compartilhamento de Mapas e Dados Geoespaciais

GeoNetworkOpenSource é um aplicativo de catalogação padronizada de bases (Free and Open Source) para gerenciar recursos espacialmente referenciados através da web, que implementa tanto um componente de Portal como um Catálogo de Base de Dados de uma Infraestrutura de Dados Espaciais (SDI) definido na Arquitetura de Referência do OGC.
Ele fornece edição avançada de metadados e funções de busca, bem como um visualizador interativo de mapas via web embutido.Permitir acesso integrado no uso de dados e informações espaciaisOferecer suporte a tomada de decisãoPromover a multidisciplinariedade para o desenvolvimento sustentávelAmpliar o entendimento dos benefícios da informação geográfica O GeoNetwork permite facilmente o compartilhamento de informações georeferenciadas entre diferentes organizações.
Acesse:http://geonetwork-opensource.org

Baixar Dados via WMS/WFS

Eu ia escrever uma lista de endereços de Servidores de Mapa via Web (WMS) mas vi que o Fernando Quadro (Itajaí - SC) já publicou em seu blog, por isso eu só vou postar o link para o blog dele: http://www.fernandoquadro.com.br/html/2007/06/21/lista-de-enderecos-wmswfs.
Esses endereços são para ser usados em programas com capacidade de acessar esse tipo de serviço, permitindo colocar camadas (mapas/imagens) hospedadas em servidores remotos no seu projeto. Exemplo de programas com essa capaciadade são: uDIG, OpenJUMP, QGIS, Terraview e ArcGIS.
No site do MMA/i3Geo é possivel fazer download de diversos shapes sem precisar se conectar por um SIG:
Acesse:http://mapas.mma.gov.br/i3geo/datadownload.htm

Guia da Cidade de São Paulo

O site SP Sem Segredos traz um verdadeiro guia on-line da cidade, com diversas informações, como mapas, dicas, roteiros. Tem até informações de linhas de ônibus rodoviários de São Paulo para outras cidades, indica rodovias e preços de pedágios em deslocamentos entre as cidades, lista de telefones uteis, guia de lazer, entre muitas outras informações da Grande São Paulo.
Acesse:http://www.emsampa.com.br

Jules Verne Voyager - Viagem á Terra

Jules Verne Voyager: é um portal de mapas interativo para a exploração virtual da Terra e outros mundos. Com excelente nivel de detalhes, é possivel vizualisar mapas e imagens de Sensoriamento Remoto com diversas informações sobre as Ciências da Terra.
É sem dúvida um ótimo recurso didático para quem quer conhecer mais sobre o nosso planeta.
Acesse:http://jules.unavco.org
Tem também a versão light do portal para quem não tem banda larga, o Voyager Junior.
Outro site interessante e com bastante recursos didáticos para o ensino de geografia é o http://www.geografiaparatodos.com.br

SISCOM - Sistema Compartilhado de Informações Ambientais

O SisCom é um sistema do MMA/IBAMA desenvolvido no CSR (Centro de Sensoriamento Remoto) onde é permitido consultar Bancos de Dados Geográficos de várias Instituições e IBAMA. Nele você poderá cruzar informações, criar e imprimir mapas e ter acesso on-line a informações de meio ambiente dos vários parceiros.
São centenas de mapas de todo o Brasil, com as mais diversas informações, desde bases cartográficas, imagens de satélite a informações ambientais.
Acesse:http://siscom.ibama.gov.br

Modelagem Hidrológica

Primeiro, saiu a versão 1.5 do MWSWAT (MapWindow SWAT plugin), se você não dispõe do ArcGIS (ArcView + Spatial Analyst) para usar o ArcSWAT você pode instalar o MapWindow 4.7 (gratuito, roda em XP/Vista) e depois instalar o plugin. Ele inclue a capacidade de visualizar graficamente as variáveis de saída do modelo SWAT, quer estaticamente usando um resumo como média ou máxima, ou dinamicamente com uma animação de uma variável como uma série temporal.
Outro modelo hidrológico é o MGB-IPH (Modelo Hidrológico de Grandes Bacias - Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS), desenvolvido por TUCCI e outros, é um modelo distribuído desenvolvido para aplicações em grandes bacias, isto é, com áreas superiores a 10.000 km². O roteiro descrito no manual do MGB é feito com o programa IDRISI, um dos melhores para análises e suporte á decisão.

Re-projeção de imagens

Tive um problema, ao baixar o Modelo Topográfico por Interferometria de RADAR (vulgo SRTM) do site da EMBRAPA (Brasil em Relevo), onde eles corrigiram os "buracos" (no data) das imagens e são divididos em folhas segundo o CIM - Carta Internacional ao Milionésimo, em coordenadas geográficas com elipsóide WGS84 e precisava passar para UTM (unidades em metros) com datum SAD69 (oficial do IBGE).Caso você ainda não saiba o código das folhas do CIM indicam o hemisfério e o fuso UTM da carta (por exemplo, a folha da cidade de São Paulo SF.23-Y-C significa hemisfério Sul (faixa F - a cada 4° apartir do equador é uma faixa de A até Z), 23 é o fuso UTM (6° de largura) e SF.23 é a carta na articulação 1:1.000.000, em seguida a proxima letra é a carta 1:500.000 e depois a 1:250.000 e assim por diante.A solução eu encontrei no site Free Geography Tools, excelente blog em inglês que sempre traz muitas dicas úteis. Dessa vez foi o ERDAS Viewfinder que é mais que um visualizador de imagens…

ASTER Global Digital Elevation Map

Imagem
A NASA e o METI (Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão) lançaram oGDEM (29/jun): Global Digital Elevation Model criado a partir de estero-correlação de 1,3 milhões de cenas ASTER VNIR (visible near-infrared), cobrindo a superfície da Terra entre as latitudes 83N e 83S com resolução espacial de 30 metros em cenas de 1x1 graus em formato Geotiff.
O ASTER (Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer) é um equipamento de imageamento (com 14 bandas espectrais de 15m de resolução espacial) a bordo do satélite Terra lançado em 1999 como cooperação entre os EUA e Japão, para obtenção de mapas (imagens) da temperatura, reflectância e elevação da superfície terrestre. Infelizmente os sensores das bandas do SWIR (Short Wave Infrared) deixaram de funcionar (abril/2008), justamente os mais importantes para estudos da vegetação e recursos minerais.
Esse novo modelo de elevação digital é superior ao do SRTM (Shuttle Radar Topography Mission) que tem 90 metros de …

Elshayal Smart GIS

O programa Elshayal Smart GIS é o primeiro SIG criado por um grupo de desenvolvedores árabes (Egito) sem nenhum pacote de desenvolvimento comercial. Isso significa que é um programa gratuito para uso não comercial, que integra ferramentas de edição e análise. Suporta vetores e imagens (tem integração com o Google Earth para capturar imagens). É simples e bem intuitivo, com ferramentas de contrução de redes e análise (menor caminho) e visualisação 3D.
Acesse o site: http://www.smartwebonline.com para baixar o programa e um pequeno manual com descrição do programa.

Promoção ArcView 9.3 + Curso

A IMAGEM está fazendo uma promoção por conta do lançamento da versão 9.3.1 da suite ArcGIS. Até o fim desse mês (30/06) o usuário que adquirir uma licença do ArcView 9.3.1 (Single User) receberá o curso Analista GIS e a prova de certificação da Academia GIS, tudo por R$3.999,00
É uma excelente oportunidade para quem deseja comprar o programa e ainda ter o treinamento por um custo único, e para muitos uma oportunidade de sair da clandestinidade e deixar de agir ilegalmente trabalhando com cópias piratas.
Para saber os detalhes da promoção (custo, duração e forma de aquisição) consulte o site da IMAGEM: http://www.img.com.br/emkt/campanhas/esri

Livros de Geociências

A Oficina de Textos publica livros universitários e profissionais e visa promover, consolidar e difundir Ciência e Tecnologia brasileiras. No início, a linha editorial abrangia tópicos da Engenharia Civil, como Geotecnia e Barragens. Por afinidades, essa linha foi expandida para Geologia, Mineração, Petróleo, Geografia, Geomorfologia, Pedologia, Cartografia, Agronomia, Meio Ambiente e também Geotecnologias, como Sensoriamento Remoto, Geoprocessamento e Geoestatística.
Existem diversos títulos desde leitura básica e assecivel a todos os publicos até livros técnicos com abordagens avançadas.

SIFESP - Sistema de Informações Florestais do Estado de São Paulo

O SIFESP - Sistema de Informações Florestais do Estado de São Paulo foi desenvolvido objetivando disponibilizar informações sobre a vegetação natural e o reflorestamento resultantes de levantamento efetuado pelo Instituto Florestal da Secretaria do Meio Ambiente, através de seu projeto "Inventário Florestal do Estado de São Paulo".
Para algumas regiões, além das informações sobre a vegetação, são apresentados levantamentos sobre o uso e ocupação da terra. Contém ainda, redes de drenagem, área urbana, rodovias, limites municipais, divisões por bacias hidrográficas e regiões administrativas, sendo todas as informações georreferenciadas.Feito com a tecnologia ALOVMap requer o Java Runtime para ser acessado (e o java deve estar desbloqueado no seu navegador).

TerraSIG - o desktop GIS do Ministério das Cidades

O TerraSIG é um aplicativo desenvolvido em cima do TerraView 3.3.0 (com a bilbioteca TerraLib) e tem a capacidade extendida para criação (PI) e edição de vetores e processamento de imagens. Junto com o GeoSNIC (servidor de mapas via web - WMS) faz parte do programa do Sistema Nacional de Informações das Cidades - SNIC do Ministério da Cidades.
O PROEXT MEC/CIDADES abrange projetos de extensão universitária, com ênfase na capacitação de agentes públicos e sociais e no desenvolvimento de ações de apoio ao setor público municipal e estadual que visem ao desenvolvimento institucional e à implementação de sistemas de informações que permitam a elaboração de planos e projetos de desenvolvimento urbano, conforme as disposições do Estatuto da Cidade e na perspectiva da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.
Projeto do Proext:Capacitação em Geoprocessamento para Técnicos das Administrações Municipais pelas Universidades e Centros Técnicos Federais com o TerraSIG e GeoSNIC.
Todo o material d…

Biblioteca Digital do SBSR

Acabou de ser publicado os Anais (online) do XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, o maior evento científico de Sensoriamento Remoto e Geotecnologias do Brasil. Também estão disponíveis os Anais de todos os SBSR anteriores que podem ser consultados através da Biblioteca Digital do SBSR.
Acesse:http://www.dsr.inpe.br/sbsr2007/biblioteca

"Guia de Campo para Mapeamento Humanitário"

Produzido pela ONG inglesa MapAction, o "Guia de Campo para Mapeamento Humanitário" é um manual (em inglês com 118 paginas) para orientar o uso do SIG em ações de respostas em casos de desastres naturais. O interessante nesse guia são os tutoriais que ensinam usar o Google Earth, Mapwindow e GPS para mapeamento. Apesar de estar em inglês é um guia fácil de usar e com diversas dicas sobre esses programas e com noções sobre Cartografia.
Como eu li essa notícia num outro blog (e baixei e li o manual também) deixo o crédito para o autor:
Luiz Amadeu Coutinho: http://www.mundogeo.com.br/blogs/geografiadebolso ou no seu site: http://geoinformacaonline.com

Atualização do TerraView / TerraLib

Está disponível a Versão 3.3.1 do TerraView. Ela acompanha a versão 3.3.1 da TerraLib, e incorpora um driver para bancos de dados Firebird além de algumas correções e inclusão de um conversor para migrar Bancos de Dados TerraLib anteriores para o formato 3.3.1.
Acesse:http://www.dpi.inpe.br/terraview/index.php

XIV Simposio Brasileiro de Sensoriamento Remoto

Está chegando o XIV SBSR promovido pelo INPE que nesse ano será em Natal-RN nos dias 25 a 30 de abril de 2009. Já está disponível o programa oficial desse que é o maior evento científico na área de Sensoriamento Remoto e Geotecnologias do Brasil. Não deixe de prestigiar as seções de pôsters, e aproveite para conhecer o trabalho:
Estimativa da impermeabilização do solo urbano da cidade de São Paulo combinando dados demográficos e de sensoriamento remoto.
Por Luiz Roberto Jacintho (SEHAB-PMSP) e com coautoria do Prof. Teodoro Almeida (IGc-USP) e Sidney Goveia (IGc-USP) - sim, sou eu!

GeoSNIC - Portal do Ministério das Cidades

O Sistema Nacional de Informações das Cidades (SNIC) é um programa de Cadastro Técnico Multifinalitário do Ministério das Cidades que é composto pelo programa GeoSNIC (TerraWeb/TerraLib) que dá acesso ao Banco de Dados com indicadores sócio-econômicos e imagens de satélite de alta resolução espacial do Sistema Nacional de Informações Urbanas (SNIU) e permite aos gestores municipais acessarem informações que vão auxiliar no desenvolvimento do Plano Diretor.
Acesse: http://www2.cidades.gov.br/geosnic

Wikicrimes

Aproveitando que eu acabo de entrar pras estatísticas de violências de 2009, pois fui vítima de agressão numa tentativa de assalto no dia 30/03 quando voltava pra casa, quero divulgar o site Wikicrimes, uma iniciativa de mapeamento colaborativo de crimes ocorridos no Brasil. O Wikicrimes foi concebido por Vasco Furtado, professor titular da Universidade de Fortaleza onde coordena a célula de Engenharia de Conhecimento. Além da espacialização de roubos e furtos, o site traz hotspots de violência, bem como denúncias dos mais diversos crimes por todo territorio nacional. É possivel ainda ter acesso as estatísticas sobre crimes em diversas localidades espalhadas pelo pais.

SIG Aberto e/ou Gratuito

Volto a listar os principais SIG de escritório (desktop-GIS) mais completos, de Código-Aberto ou Gratuito disponíveis para baixar:
SPRING - Terraview;gvSIG - SEXTANTE;Quantum GIS (QGIS) - GRASSSAGA;ILWIS.Todos podem ser usados tanto no Windows quanto no Linux e tem um amplo conjunto de ferramentas para edição e análise espacial.

Apostilas de Cartografia e SIG - UFU

No site do Laboratório de Geoprocessamento da Universidade Federal de Uberlândia - UFU/MG, tem algumas apostilas sobre cartografia e SIG para baixar.
Acesse: http://www.ig.ufu.br/lgeop/Apostilas

fTools - ferramentas de análise e gerenciamento para QGIS

fTools é um conjunto de ferramentas para tarefas comuns baseadas em vetores (análises espaciais), em forma de plugin para extender as funcionalidades do programa aberto QGIS. Desenvolvido por Carson Farmer, do Centro Nacional de Geocomputação da Universidade Nacional da Irlanda.Acesse:http://www.ftools.ca,Ou: http://www.carsonfarmer.com (em inglês).

Bases de Dados Georreferenciadas - ANA

Imagem
Estão disponiveis para download as bases hidrográficas feitas pela Agencia Nacional de Aguas. São três produtos que podem ser baixados em formato vetorial:

Rede Hidrográfica Codificada Arquivo vetorial em formato Shapefile contendo feições lineares topologicamente tratadas e codificadas pelo método de Otto Pfafstetter.

Ottobacias Arquivo vetorial em formato Shapefile contendo feições poligonais das áreas de contribuição direta de cada trecho da rede hidrográfica, codificadas pelo método de Otto Pfafstetter.

Divisão Hidrográfica Nacional Arquivo vetorial em formato Shapefile contendo feições poligonais da Divisão Hidrográfica Nacional estabelecida pela Resolução n˚ 32 do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) e adotada pelo Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH).

MapWindow 4.7

Foi lançada a nova versão 4.7 do MapWindow. Ele é um programa aberto para sistema Windows (98-Vista) baseado em padrões abertos, extensível através de plug-ins. Permite ver e editar diversos formatos de dados bem como dispõe de muitos recursos de geoprocessamento.Desenvolvido por Daniel P. Ames do Utah Water Research Lab em Logan - Utah, é um aplicativo com recursos muito poderosos para análises hidrológicas e geomorfológicas. Delimitação de bacias de drenagem, geração de modelo de relevo, extração de curvas de nível, morfometria, além das análises feitas com as ferramentas BASINS e SWAT próprias para estudos hidrológicos.Acesse: http://www.mapwindow.org

Geoprocessamento Apoiado por Inteligência Artificial - GAIA

"Geoprocessamento Apoiado por Inteligência Artificial" (GAIA) é um programa desenvolvido por Carlos José de Almeida em sua tese de doutorado: "Geoprocessamento e computação inteligente", para ser utilizado em paralelo com o TerraView para operações de análise espacial usando fuzzylogic e redes neurais artificiais. Foi desenvolvido com a bibliotecaTerraLib.
É software livre, roda em Linux, e todo material está disponível no seguinte endereço:
http://starfightercarlao.blogspot.com/2008/08/doutorado-geoprocessamento-e-computao.html
Está disponível para baixar também um live-cd, contendo a distribuição Ubuntu, MySQL rodando por trás, TerraView (3.2) e o GAIA, além de dados que ele usou na tese.
'Espero que possa ser util não só para procedimentos de análise de dados, mas também para interessados em aprender a usar o terraview, a terralib, ou técnicas de computação inteligente.'
P.S.: converti o comentário postado pelo Carlos José nesse post por achar esse trabalho d…

TerraView 3.3.0 - Atualização do Plugin Terraprint

Já está disponivel para baixar a versão 3.3.0 do TerraView, que traz a atualização do plug-in TerraPrint de criação de saida de impressão (layout). O TerraPrint permite diagramar documentos para serem impressos contendo mapas visualizados no TerraView, com legenda, rótulos e escala . Podem ser utilizados quaisquer formatos de papel, inclusive os padronizados de A4-A0.
Não deixe de conferir outros complementos (plugins) que também estão disponíveis no site. O Plugin de Acesso a Arquivos Shapefile, por exemplo, permite abrir um shape na vista atual sem ter que importá-lo no BDE, porém a alteração da legenda não é disponível.
Para aqueles que ainda fazem confusão, aqui vai uma breve explicação: TerraLib é uma biblioteca de funções que permite desenvolver aplicações de SIG, o TerraView é um exemplo dessa aplicação. Por isso ele não é completo, estando ausente muitas funções de geoprocessamento, mas através da TerraLib é possivel acrescentar novas funções ao programa, como pela criação de pl…

IDRISI Taiga v.16

A Clark Labs lançou em janeiro de 2009 a versão 16 do SIG Profissional IDRISI, chamado Taiga. A grande novidade são os novos módulos EarthTrendsModeler (ETM), de análise de séries temporais de imagens de satélite (Terra, Aqua e NASA/JAXATRMM). O outro é a suite de ferramentas de classificação de imagens baseada em segmentação.
Tem ainda o LandChangeModeler desenvolvido com a ConservationInternational, para análise e previsão de mudanças de cobertura do solo e avaliar as implicações dessa mudança para a biodiversidade. Esse módulo já estava disponível na versão Andes (v.15) e também como extensão para ArcGIS.
O Cartalinx, apesar de não apresentar novidades ainda é o melhor programa para criação de vetores que existe, baseado no conceito do ArcInfoWorkstation, ele trabalha com sistema de arcos e nós, construindo a topologia junto com os polígonos o que impede inconsistências e erros na vetorização, principal problema com os arquivos vetoriais gerados em outros programas.
Apesar da grande c…

Blog do Labgeo da UFV em novo endereço

O Blog Geoprocessamento, do Prof. Elpidio (LabGEO da UFV) tem novo endereço, agora deve ser acessado em: http://geoprocessamento.geocomciencia.com.br

TNTLite versão gratuita de SIG profissional

A MicroImages, fabricante do programa TNTMips, um SIG profissional ($6000) bem completo, disponibiliza uma versão reduzida para estudantes e pequenos projetos. O TNTLite é uma versão completa, com todas as ferramentas, mas com restição do tamanho de dados. É uma boa oportunidade para quem deseja treinar geoprocessamento.
Baixe sua cópia no site: http://www.microimages.com/tntlite

Ajudem a divulgar o Blog

Gostaria de pedir aos leitores desse blog que ajudem a divulgá-lo.
Achou esse blog interessante? Foi útil para você? Então passe a informação adiante, comente sobre ele em fóruns de discussão, em encontros e congressos, nas escolas e nas comunidades, assim você incentiva a continuidade e atualização do blog. Ele é escrito de forma a ser acessível e gratuito a todos, servindo como apoio aos que buscam informações sobre geoprocessamento.
Como retorno só peço que divulguem a existência dele, que participem com comentários e sugestões e também que usem ele não só como um jornal de notícias mas como meio de sanar dúvidas e buscar ajuda, pois ficarei muito contente em ajudar a todos que precisem de auxílio como venho fazendo há muito tempo no GrupodeGeoprocessamento aqui daGeologia - USP.
Obrigado a todos.

Google Earth 5.0 - Superfície de Marte e Fundo Oceânico

Imagem
A nova versão do Google Earth, a 5.0 traz como novidades a batimetria do fundo oceânico (relevo) e também o relevo da superfície de Marte. As novas ferramentas (Ocean e Mars) trazem pontos de interesse e informações sobre locais atrativos, como naufrágios no oceano e até pontos turísticos em Marte! Há também o recurso imagens do passado, com imagens de datas antigas o que permite uma viagem no tempo.Em breve deve ser lançado o Moon, permitindo navegar pela superfície da Lua. Possivelmente com as imagens do satélite de sensoriamento remoto Chadrayaan-1 ("Nave Lunar"), que está começando a fazer o imageamento da superfície lunar. Ele é um satélite de SR da Agência Espacial da Índia (que já tem os satélites da série IRS de imageamento terrestre) com participação da NASA e da ESA e tem a missão de fazer um mapeamento da superfície lunar, atuando com sensores em diversas faixas do espectro eletromagnético óptico (inclusive em bandas que não existem em satélites terrestres por cau…

Surface Geology Map of Australia

Mapas Geologicos da Austrália1:1.000.000 para baixar gratuitamente em formato shape, dos 7 estados (semelhante ao Mapa Geologico do Brasil ao Milionesimo da CPRM).
Em:http://www.ga.gov.au/minerals/research/national/nat_maps/nat_geol_maps.jsp#surface

OneGeology - Mapa Geologico da Terra

Imagem
O ano de 2008 foi eleito como "Ano Internacional do Planeta Terra" pela ONU, diversas atividades ocorreram ao longo desse ano sendo o principal o 33ºIGC - International Geological Congress em Oslo na Noruega. E foi nesse evento que foi lançado o Projeto OneGeology - que pode ser descrito como o Mapa Geologico do Planeta Terra. Semelhante ao GoogleMaps ou o NASA WorldWind (que trazem imagens de satélite e relevo de todo o globo) o OneGeology é um mosaico de mapas geologicos em escala 1:1.000.000 (baseado na Carta do Mundo ao Milionésimo) que recobre todo o globo num esforço de Especialistas em Ciências da Terra e em Informática de 94 nações com o apoio da UNESCO.
Leia mais em: http://e-geo.ineti.pt/eventos/onegeology/default.htm (em Potuguês).
33ºIGC (abstracts): http://www.cprm.gov.br/33IGC - Seções Técnicas sobre modelagem geológica 3D e uso de SIG em geologia (inclusive com SIG Aberto).
44ºCBG (Congresso Brasileiro de Geologia): Curitiba/PR, que ocorreu concomitante a…

SLAX Linux: nova versão e novos módulos

Saiu a versão 6.0.9 do SLAX (USB Live Linux) e foram feitas atualização da página dos módulos, agora mais completa. Uma forma bem interessante de personalizar o seu SLAX é usar o recurso construir (Build SLAX), onde você monta uma imagem do programa com os módulos que você desejar. Assim você deve escolher a instalação padrão e depois é só clicar em Add more modules para ir na página de módulos escolher os que você gostaria de incluir (é só clicar em add to build) depois voltar na pagina Build que os modulos escolhido aparecerão lá (tem até tradução para o Português), ai é só montar a imagem para gravar num CD. Só não exagere porque quanto mais módulos maior ficará a sua distro. Outro ponto fundamental é que conforme você acrescentar os módulos você verá também as dependências que precisará adicionar para que tudo funcione corretamente. Cuidado pois existem várias versões do mesmo módulo, pegue sempre a mais atual, bem como o próprio KDE (ambiente gráfico) já traz diversas ferramentas…

Mitos sobre os SIG livres

Bem, eu cheguei a esse texto pelo Blog do MarkusNeteler, e achei bem interessante e resolvi postar aqui o link da versão traduzida para o português (por Giovanni Manghi):
"TopTenMyths" publicado no Wiki do OSGeo.
Para ler a versão original acesse: http://wiki.osgeo.org/wiki/Top_Ten_Myths.
E aproveito o tópico para fazer uma lista sobre os GeographicFree/Open-Source Software:
GFOSS é só pra Linux!Não é verdade pois a maioria é desenvolvida como multiplataforma (Linux; Windows e Java, mas tem versões para MacOSX e FreeBSD também).As bases de dados produzidas em GFOSS se tornam ilegíveis por SIG proprietários!Novamente a maioria dos SIG abertos seguem os padrões estabelecidos pela OGC o que os tornam compatíveis entre si e com muitos programas comerciais. A padronização de formatos da indústria de programas de SIG visa a interoperabilidade entre os programas sejam abertos ou proprietários.Não adianta o programa ser gratuito se é difícil de produzir dados!Na verdade junto com os pro…

Blog do Markus Neteler (GRASS developer)

Markus Neteler é o mais antigo desenvolvedor do programa GRASS GIS - desde que foi lançado como "Software Livre" - e também é um dos autores do livro Open Source GIS: A GRASS GIS Approach. O blog é em inglês (o autor é alemão), e ele trabalha atualmente na Itália. Seguindo a história do GRASS fica claro porque sua manutenção migrou da Univesidade de Boston para a de Hanover (para as mãos de Neteler) e depois para a de Trento (junto com ele).
Focado no GRASS GIS e nos SIG abertos ele escreve sobre novidades e informações sobre o mundo do FOSS4GIS (Free and Open Source Software for GIS). Ele também escreve o blog GRASS GIS Development esse voltado especificamente sobre o desenvolvimento e uso do GRASS.
Acesse:http://gfoss.blogspot.com

QGIS 1.0 Kore

Finalmente foi lançada a versão final estável do Quantum GIS, o QGIS 1.0 "Kore" (pra quem não sabe é tradição dos desenvolvedores dar nomes das luas de Jupiter ao programa). Desde o dia 23 de janeiro de 2009 está disponível a nova versão em um novo site todo atualizado. Outra novidade pra quem trabalha em Windows é o novo instalador OSGeo4W que permite baixar e instalar os projetos suportados pela OSGeo, ou seja os programas GDAL/OGR, GRASS, MapServer, OpenEV, uDig, QGIS e outros (como o gvSIG e o Geotools).
O QGIS é o SIG aberto mais amigável, na minha opinião, multiplataforma e que segue as especificações da OGC, o que o torna compatível com outros SIG abertos (o mesmo não acontece com o Terraview, por exemplo, que mesmo aberto e podendo gravar num banco de dados PostGIS - PostgreSQL com Extensão Espacial - não pode ser lido por outros SIG aberto por ser incompatível pois segue definições próprias).

Novas versões de SIG's

Está disponível a versão 3.5 do ILWISOpen pra quem gosta de um SIG amigável para plataforma Windows, que não precisa nem de instalação.Quem ainda não conhece ele é bem semelhante ao excelente IDRISI (comercial) ou o SPRING, que teve lançada a versão 5.0.4 com diversas correções e maior estabilidade e com novos tutoriais (mas para acessar a Comunidade Virtual SPRING é preciso se cadastrar gratuitamente). E está por vir a versão 2.0 do gvSIG com inúmeras melhorias, quem quiser ir testando já está disponível a versão alfa 1.9 (para avaliação), ele está parecendo uma versão gratuita do ArcGIS (comercial) tamanha sua funcionalidade.

Tutorial do ArcGIS Online (versão 8)

Desenvolvido por Rodrigo Nóbrega, ficava hospedado no falecido site cibergeografia, felizmente continuou ativo no GratisWeb. "Este tutorial foi iniciado como uma tentativa de oferecer ensino de GIS à distância aos vários projetos de exploração mineral da Companhia Vale do Rio Doce, no período em que estive coordenando a aplicação e em alguns casos a implantação de GIS nesses projetos. Por uma série de fatores, a iniciativa não progrediu da maneira esperada, mesmo tendo sido aclamada por aqueles que fizeram o curso. Felizmente o projeto havia sido concebido como copyleft, e em Maio de 2002 o curso foi publicado na internet."
Acesse: http://www.gratisweb.com/arcgis

Programas Abertos de Geoprocessamento (OpenSource GIS)

O conteúdo estático agora ficará armazenado no site Geosaber (google sites). Assim fica mais fácil achar os materiais de interesse mais relevante. É só usar os botões de navegação do início da página. A página sobre SIG's gratuitos está completa e será constantemente atualizada conforme surgirem novidades; a página dos tutoriais ainda não está formatada, por isso eu apontei o link para o blog do Prof. Elpídio, o Labgeo, que está de cara nova e tem excelentes seções com tutoriais, apostilas e artigos, evitando assim a redundâcia; por fim os links úteis serão melhorados levando direto ao conteúdo de interesse, por enquanto são links institucionais.
Acesse: http://sites.google.com/site/geosaber (use os botões de navegação!).

Dicas de desenho de página (Web Design)

Se você quer personalisar ou fazer alterações no seu Blog terá que aprender um pouco sobre padrões Web (Web Standards) e programação em HTML (CSS, XML e Javascripts).
Pode parecer complicado mas, na verdade, é bem simples, fácil e divertido até porque HTML não é uma liguagem de programação de verdade (como C, Delphi ou VB) mas sim uma forma de estruturação do conteúdo de uma página Web. CSS (Cascading Style Sheet) é um mecanismo simples para adicionar estilos (p.ex., fontes, cores, espaçamentos) á pagina. Já o javascript é uma linguagem de programação que permite adicionar ações ou eventos á pagina.
Para saber mais acesse:
http://www.maujor.com/index.php
http://imasters.uol.com.br/cssinterativo

DNR Minnesota Garmin GPS Application

Esse aplicativo desenvolvido pelo Departamento de Recursos Naturais de Minnesota é uma extensão que permite transferir diretamente os dados de GPS da Garmin para diversos pacotes SIG. Ele permite converter feições de pontos em waypoints e linhas ou polígonos em Tracklogs ou Routes ou de forma inversa convertendo os dados do GPS diretamente para shapefile ou KML. Também é possível converter pontos em polígonos (fechar poligonais levantadas com o GPS), modificar a projeção e fazer calculo de áreas.Acesse: http://www.dnr.state.mn.us/mis/gis/tools/arcview/extensions/DNRGarmin/DNRGarmin.html

ShapeViewer

Imagem
Essa é uma pequena ferramenta que possibilita visualizar rapidamente qualquer arquivo shapefile, de forma simples e gratuita.
Também possibilita abrir só a parte da informação da geometria (.shp) mesmo que os outros 2 arquivos que compõem o shape estejam perdidos ou corrompidos (.shx – índice e .dbf – tabela de atributos), permitindo gerar um novo arquivo .shx e uma nova tabela .dbf em branco.
Muito útil quando você recebe shapes incompletos (um arquivo shape é formado por no mínimo 3 arquivos de mesmo nome com as extensões mencionadas acima) ou para abrir rapidamente o mapa.

Terraview 3.2.1

A ultima versão do TerraView (3.2.1) traz como novidades a inlusão de três plug-ins e novas funcionalidades:TerraPrint: para impressão de mapas; permite diagramação e impressão de mapas, legendas, escalas e outros elementos;Cliente WMS: de visualização de mapas disponíveis em servidores WMS;Tema Externo: para acesso a bancos TerraLib  em outros servidores;Tema Shapefile: Importação de vários shapefiles numa única operação.Além da revisão no Tutorial e inclusão de novas aulas: Análise Espacial, Plugin de Fluxo e Plugin TerraPrint.

Feliz 2009

Um ano completado, um novo estilo para comemorar.
Em homenagem a uma pessoa que eu amo muito.